Para que serve cloreto de betaína?

Para que serve cloreto de betaína?

Muito usado para quem sofre de problemas estomacais, o cloreto de betaína é também receitado por médicos para aliviar crises de azia e refluxo.

Você chegou a este artigo depois de pesquisar no buscador para que serve cloreto de betaína, mas quero te dizer para evitar a todo custo a automedicação.

Muitas vezes, um probleminha digestivo pode ser sintoma de uma doença mais grave e tomar remédio por conta própria pode atrapalhar o médico em seu diagnóstico.

Para ir adiantando um pouco sobre o que vou tratar aqui neste texto, o cloreto de betaína é um ativo comumente usado para tratar problemas estomacais.

O site Saúde para Vida não tem a intenção de substituir a sua visita ao especialista e muito menos servir como um canal de recomendação de remédios.

Por isso, as informações publicadas aqui têm apenas o caráter informativo para que você compreenda melhor diversos assuntos que envolvem o universo da saúde.

Veja também: Descubra como criar músculos nas pernas.

Para que serve cloreto de betaína?

Azia, refluxo, gases, má digestão, entre outros sintomas estomacais são comuns de surgirem ao longo das nossas vidas, não é mesmo? 

Quem aí nunca comeu alguma coisa que não caiu muito bem ou passou dos limites na ingestão de alimentos com muito açúcar e/ou muito gordurosos e, depois, sentiu aquele  desconforto na região estomacal?

É exatamente aí que entra a resposta da pergunta sobre para que serve cloreto de betaína: ele atua para reduzir o desconforto dos incômodos citados acima.

Isso significa que um dos elementos mais utilizados para o tratamento de problemas gastrointestinais é a chamada Betaína HCL.

O que é cloreto de betaína?

Agora que você sabe para que serve cloreto de betaína, está na hora de entender um pouco mais sobre esse ativo.

O cloreto de betaína é um ácido hidroclorídrico que ajuda a colocar a pepsina, enzima produzida no estômago e responsável por auxiliar no desdobramento de proteínas durante a digestão, em funcionamento.

Como o cloreto de betaína age no organismo?

É importante destacar que a pepsina só é capaz de agir quando entra em contato com ácido.

Por isso, aqueles que, por algum motivo, estejam com problemas para produzir suco gástrico devem adotar estratégias para que os desconfortos gastrointestinais sejam reduzidos.

Diante disso, auxiliando na produção de ácido gástrico, a betaína adiciona a enzima pepsina como um tônico estomacal, possibilitando efeitos imediatos nos pacientes, haja vista a rápida ação.

Contudo, nada de fazer o uso sem a prescrição de um especialista.

Quem pode tomar cloreto de betaína?

Você já sabe para que serve cloreto de betaína, o que é esse ativo e como ele age para aliviar problemas estomacais.

Agora é válido ressaltar as contraindicações, ou seja, quem pode ou não fazer a ingestão deste ácido. 

Em primeiro lugar, lembre-se que é de extrema importância, sempre, procurar orientação médica antes de fazer uso de qualquer tipo de medicamento.

Se forma geral, a recomendação é:

  • A betaína deve ser consumida em forma de comprimidos;
  • É fundamental que esse ativo não seja consumido por pessoas com estômago vazio;
  • As cápsulas devem ser ingeridas no máximo até três vezes ao dia (e sempre acompanhadas de uma refeição);
  • Mulheres que estiverem tentando engravidar devem consultar, obrigatoriamente, o médico antes;
  • Gestantes ou lactantes só devem fazer uso da betaína mediante prescrição médica;
  • Pacientes em fase de tratamento com qualquer tipo de anti-inflamatórios não devem ingerir esse ativo;
  • Pessoas que sofrem com problemas de úlceras ou que estejam tomando medicamentos que possam causar úlceras também não devem fazer uso;
  • Se, ao fazer a ingestão de betaína, for detectada qualquer sensação de queimação no estômago, é recomendável a suspensão do uso ou, pelo menos, a redução no que diz respeito à quantidade.

Perceba que existem várias recomendações para que você só faça o uso de betaína mediante prescrição médica.

Quais são as vantagens do cloreto de betaína?

Para que serve cloreto de betaína você já sabe, mas quais são as vantagens desse ativo?

Em síntese, sabemos que o corpo humano, quando produz a quantidade adequada de ácido gástrico, consegue destruir bactérias sozinho.

Entretanto, aqueles que sofrem com a falta ou a redução de ácido estomacal têm maiores chances de desenvolver doenças e problemas gástricos.

Nesse sentido, quem sofre com a má digestão, ao fazer o uso do cloreto de betaína tem as seguintes vantagens:

  • A melhora já é significativa no começo do tratamento;
  • A betaína têm resultados imediatos;
  • O uso de betaína auxilia, surpreendentemente, no combate a azia, refluxo e gases;
  • Esse ativo é de grande relevância quando o assunto é a regularização dos níveis de suco gástrico;
  • O cloreto de betaína melhora a absorção de vitamina B12;
  • Ótimo para ajudar na digestão de alimentos ricos em proteína;
  • Contribui na prevenção do acúmulo de gordura no fígado e, por consequência, ajuda na desintoxicação de resíduos metabólicos do organismo, auxiliando até na perda de peso.

Descubra aqui: Como funciona o autoteste de Covid-19.

Agora que você já sabe para que serve o cloreto de betaína, converse com seu médico sobre esse ativo e se ele recomenda ou não o seu uso para anular possíveis problemas estomacais. 

Se você gostou deste artigo, não deixe de compartilhar agora mesmo com outras pessoas, principalmente aquelas que têm esses problemas de forma recorrente.

Conteúdo similar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.